Avaliação de Qualidade - Introdução

O monitoramento e a avaliação da qualidade das águas superficiais e subterrâneas são fatores primordiais para a adequada gestão dos recursos hídricos, permitindo a caracterização e a análise de tendências em bacias hidrográficas, sendo essenciais para várias atividades de gestão, tais como: planejamento, outorga, cobrança e enquadramento dos cursos de água.

A avaliação da qualidade das águas superficiais em um país de dimensões continentais como o Brasil é dificultada pela ausência de redes estaduais de monitoramento em algumas Unidades da Federação e pela heterogeneidade das redes de monitoramento existentes no País (número de parâmetros analisados, freqüência de coleta).

Com relação às águas subterrâneas, não existe uma rede nacional de monitoramento. As principais fontes de informação são, em geral, de caráter pontual e correspondem aos trabalhos desenvolvidos nas universidades e alguns estudos elaborados pelas secretarias estaduais de recursos hídricos.

Neste contexto, a Agência Nacional de Águas realizou os seguintes estudos que agregam as informações disponíveis sobre qualidade das águas superficiais e subterrâneas do País. Para obter mais informações:

· Panorama da Qualidade das Águas Superficiais no Brasil. 2004. (download)

· Panorama da Qualidade das Águas Subterrâneas no Brasil. 2007. (download)

· Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil. 2013. (download)